13 de ago de 2011

Stern se diz otimista quanto à realização da temporada

0 comentários


David Stern, comissário da NBA, está otimista quanto à realização da próxima temporada da liga de basquete norte-americana, ameaçada pelo locaute que vigora atualmente. Jogadores e donos de equipes travam uma batalha para redigir o próximo acordo salarial, e a proposta dos empresários está muito distante do que almejam os atletas.


Apesar da grande diferença entre as partes, Stern acredita numa solução. “Eu diria que temos jogadores muito inteligentes”, disse o chefão da liga. “Reconhecemos que este sistema é muito bom para eles. Você tem 13 jogadores num elenco, com média salarial de 5 milhões de dólares (cerca de R$ 8 milhões). São 65 milhões de dólares (cerca de R$ 105 milhões), e os donos de equipes dizem o seguinte: ‘Vamos nos esforçar para acertar isso e ficar o mais próximo possível desse número’”.

Mais do que os valores em si, o que incomoda os jogadores é a mudança nas regras salariais. Uma das idéias dos donos de equipes é acabar com as exceções que permitem às equipes ultrapassar o limite da folha salarial estabelecido pela NBA. Além, claro de baixar esse teto salarial de 65 milhões para 62 milhões de dólares.

“Espero que cheguemos a um acordo, porque a alternativa é muito destrutiva”, disse Stern, referindo-se à possibilidade de a próxima temporada não ser realizada. “(Cancelar a temporada) destruiria 2 bilhões de dólares em salários e, mais importante, destruiria os fãs do jogo”.

Na prática, o problema atual nem é tanto o desacerto entre as partes. O que preocupa Stern e os fãs da NBA é que donos e atletas nem ao menos têm se encontrado para negociar. Nas últimas cinco semanas ocorreu somente um encontro. Segundo Stern, um encontro que aconteceria na quinta-feira foi cancelado pelo sindicato dos atletas.

Leave a Reply

Gostou da postagem? Então comente!

 

Siga nosso blog

Arquivos