13 de jun de 2011

É campeããããão !

1 comentários

O Dallas Mavericks fez história na noite deste domingo pela NBA. Jogando na American Airlines Arena, em Miami, a equipe do ala-pivô alemão Dirk Nowitzki não tomou conhecimento do Miami Heat, de LeBron James e Dwyane Wade, venceu por 105 a 95, fez 4 a 2 na série final da NBA e assegurou o título, inédito em sua história, na temporada 2010/11.


Com o resultado, os Mavs, além de garantir a conquista do título pela primeira vez em sua história, consegue uma revanche sobre o Miami Heat que era esperada já há cinco anos. Em 2006, as duas equipes também decidiram o campeonato mais importante do basquete mundial e, naquela ocasião, o Heat levou a melhor.

Apesar de não ter repetido esta noite o mesmo desempenho das partidas anteriores da série, Nowitzki ficou com o prêmio de MVP (jogador mais valioso da temporada). Ele cresceu no segundo tempo do jogo, após um primeiro tempo discreto.

Por outro lado, LeBron James, que se transferiu para o Miami Heat no início da temporada com o objetivo claro de ser campeão da NBA pela primeira vez, fracassou ao lidar com a responsabilidade de entrar em quadra para comandar a equipe na missão de vencer o Dallas e decidir em momentos cruciais.

Nowitzki, por sua vez, havia sido muito crucificado por conta da derrota para o Heat em 2006, e até então vinha sendo apontado como um atleta que não conseguia decidir para sua equipe sozinho.

Principalmente nas séries contra o Los Angeles Lakers e Oklahoma City Thunder, além da final contra o Heat, o ala-pivô se mostrou bastante decisivo. Nesta noite, não repetiu o mesmo brilho, mas saiu de quadra campeão. LeBron amargou o vice e, para muitos, segue com a fama de "amarelão".

O jogo
Mantendo a característica dos cinco confrontos anteriores, a partida começou com um ritmo forte, e os donos da casa foram para cima com o intuito de tentar reverter a vantagem dos Mavs construída nos primeiros jogos. Pressionado a decidir, LeBron James começou com todo o gás e anotou os cinco primeiros pontos do Miami Heat.

Após dois arremessos consecutivos anotados por Chris Bosh, os anfitriões abriram uma boa vantagem de nove pontos a pouco menos de seis minutos do final do primeiro quarto, com 20 a 11 no placar, levantando os torcedores presentes na American Airlines Arena. O portorriquenho Barea também se destacou no início do confronto.

A cinco minutos do final do primeiro período da partida, o Dallas Mavericks começou a apelar para um de seus principais trunfos, as bolas da zona de três pontos, que equilibraram o jogo e o placar (22 a 20 para o Heat). A três minutos do final do período inicial, Brian Cardinal anotou pontos preciosos e virou o jogo para 23 a 22.

Os Mavs confirmaram seu bom momento no jogo com a vitória parcial, no fim do primeiro quarto, por 32 a 27, após estarem em desvantagem de 20 a 11. O Miami Heat iniciaria o segundo período novamente sob forte pressão.

O momento continuou favorável ao Dallas Mavericks no início do segundo período do jogo, com dois arremessos da zona de três pontos convertidos por DeShawn Stevenson em sequência: 40 a 28 no placar. Em cinco minutos, os visitantes anotaram 17 pontos, contra apenas cinco do Heat.

Mas o Miami não estava entregue e, a oito minutos do intervalo da partida, a diferença em favor dos Mavs voltou a cair, com o placar apontando 40 a 35. O clima esquentou de vez em quadra e houve tumulto entre os jogadores dos dois times justamente no melhor momento do Heat.

A confusão aconteceu no segundo quarto da partida deste domingo, depois que o Miami Heat revertou uma grande vantagem do adversário e anotou 14 pontos seguidos, virando o placar para 42 a 40.

Udonis Haslem e DeShawn Stevenson trocaram provocações no centro da quadra e alguns empurrões também. O tempo fechou depois da virada do Heat, e a turma do “deixa disso” teve de entrar em ação.

Após uma paralisação de alguns minutos, a arbitragem assinalou falta técnica para o Dallas. E Dirk Nowitzki converteu o arremesso e diminuiu o placar para 42 a 41. Ao final do primeiro tempo da decisão, Jason Terry, grande nome dos Mavs, já anotava 17 pontos. Com um arremesso de três, ele virou o jogo para o Dallas, 51 a 49.

O segundo período terminou 53 a 51 para os visitantes, com 19 pontos de Terry e apenas três de Nowitzki, com sua primeira atuação apagada nas finais. Pelo lado do Miami, LeBron James havia anotado 12 pontos até então.

No segundo tempo, Mario Chalmers diminuiu a desvantagem do Miami e fez o placar apontar 55 a 54 para os Mavs. Chris Bosh, logo em seguida, colocou os donos da casa em vantagem, por 56 a 55, mas logo os Mavericks virariam com Barea, 57 a 56. A partida continuava eletrizante.

Nos primeiros minutos do terceiro período, o Dallas Mavericks anotou dez pontos, contra apenas cinco do Heat, o que levou ao pedido de tempo do Miami. A pequena interrupção deu resultado nos minutos seguintes, e o Miami conseguiu reequilibrar as ações e encostou no placar.

A cinco minutos do encerramento do terceiro período, o Dallas vencia por três pontos, 68 a 65, e o Miami continuava vivo no jogo. Até que Nowitzki, apagadíssimo no primeiro tempo, acordou e anotou uma cesta de três pontos que deixou os Mavs em vantagem de seis pontos (71 a 65). Na primeira metade do jogo, Nowitzki havia computado apenas três pontinhos. No segundo, até aquele momento, ele já tinha sete.

Ao final do terceiro período, o Dallas Mavericks vencia o Miami Heat por 81 a 72 e estava ainda mais perto do título da temporada 2010/11 da NBA. O Miami entrava

No último período do confronto, o panorama do jogo não mudou, e o Miami já dava sinais de que não tinha mais poder de reação. Os Mavericks fecharam o confronto com vantagem de 105 a 95 e consumaram a festa em território inimigo. Dallas, campeão da NBA pela primeira vez na história.

Fonte: ESPN

One Response so far.

  1. Jonathan Alencar says:

    DALLAS MAVERICKS CAMPEAO DA NBA 2011

    parabéns pelo blog cara .. infelizmente eu nao continuei postando no blog, mas vcs levaram o blog na raça ... ótima temporada ..

Leave a Reply

Gostou da postagem? Então comente!

 

Siga nosso blog

Arquivos