30 de jun de 2007

Balanco do Draft: quem perdeu, quem ganhou, quem ficou na mesma

0 comentários
Agora que a poeira assentou sobre o Draft, vamos a uma breve avaliação de cada time, levando em conta os novatos adquiridos, as trocas realizadas ou então a completa inatividade na última quinta feira. Hoje, os 15 primeiros:

Atlanta Hawks
Finalmente um draft sensato de Billy Knight. O Hawks é um time jovem e cheio de talento nas alas, com Joe Johnson, Josh Smith, Marvin Williams e Josh Childress. Contudo, a necessidade de um armador e de um pivô de qualidade era gritante e foi suprida com as escolhas de Al Horford e Acie Law. Horford melhorará e muito o garrafão e Law é tido como um novo Sam Cassell, ou seja, o Atlanta terá alguém para armar e fazer a cesta decisiva. Nota: 9

Boston Celtics
Tinha uma escolha alta e fez uma aposta. O nome da aposta? Ray Allen. Ao trocar Delonte West, Wally Szczerbiak e a quinta escolha, Jeff Green, pelo armador de 31 anos foi arriscado. Os dois tornozelos de Allen estão baleados e é difícil um armador como ele se manter efetivo após os 32 anos. Porém, creio que qualquer coisa que os Celtics tenham consigam já é uma bela melhora. No sgeundo round, dois bons jogadores foram adquiridos: o armador Gabe Pruitt e o ala-pivô Glen "Big Bay" Davis, que devem contribuir logo. Nota: 8

Charlotte Bobcats
Na oitava posição, Michael Jordan & Cia escolheram o talentoso Brandan Wright, ala vindo de North Carolina, a mesma universidade que MJ cursou. Mas a surpresa verdadeira veio no sgeundo round quando Wright foi mandado (junto de uma exceção de troca no valor de 10 milhões de dólares) para o Golden State Warriors pelo ala-armador Jason Richardson e o recém draftado Jermareo Davidson, garantindo em Richardson um pontuador nato. Além disso, os 'Cats garantiram o bom ala Jared Dudley na 22ª escolha do primeiro round. Nota: 9,5

Chicago Bulls
Donos da nona escolha, os Bulls não inventaram e trouxeram o raçudo ala-pivô Joakim Noah. No segundo round, o pivô Aaron Gray e o armador JamesOn Curry foram selecionado por Paxson. Com essas três escolhas, o time da Cidade dos Ventos garantiu três jogadores úteis e que podem colaborar desde seu primeiro jogo. Nota: 8

Cleveland Cavaliers
Sem escolhas no draft, o Cleveland se manteve intacto e agora se foca em novos contratos para Sasha Pavlovic e Anderson Varejão. Nota: 5

Dallas Mavericks
O nosso querido time se saiu bem até, levando em conta o fato que não tínhamos escolha no primeiro round. Os draftados Nick Fazekas, Renaldas Seibutis e Reyshawn Terry formam um grupo interessante, mas apenas Fazekas deve ser assinado pelo time para a próxima temporada. Nota: 7

Denver Nuggets
Tal qual o Cavaliers, o time de Carmelo, Iverson, Nenê & Cia não teve escolhas e também se foca nos seus jogadores com passe livre: Steve Blake e Dermarr Johnson, além de enfrentar as incessantes ofertas por Nenê e Marcus Camby. Nota: 5

Detroit Pistons
Um time que sabe como ganhar mas envelhecido, os Pistons entraram no draft dispostos a adquirir armadores para serem reservas de Chauncey Billups e Richard Hamilton. Os jogadores escolhidos? Rodney Stuckey, Aaron Afflalo e Sammy Mejia, com apenas os dois primeiros visando um lugar de destaque no banco dos Pistons. Nota: 8

Golden State Warriors
Com o fim da era Jason Richardson em Oakland, vemos Baron Davis assumindo um time cheio de promessas e de talentos. Ao adicionar Brandan Wright, os Warriors conseguiram o ala-pivô que faltava em sua rotação, enquanto a adição do armador italiano Marco Belinelli fornece mais uma arma ofensiva no plantel. Nota: 8

Houston Rockets
Mesmo com alas bons no quadro, os Rockets, que carecem de um bom jogador na posição 4, draftaram o armador Aaron Brooks. Apesar de também necessitarem de armadores competentes, a pouco mais de uma semana o time texano trouxe Mike James em troca por Juwan Howard, o que me faz questionar a seleção de Brooks, ainda mais com Tiago Splitter, Nick Fazekas e Glen Davis ainda disponíveis. Nota: 4,5

Indiana Pacers
Com uma única seleção, os Pacers escolheram o pivô Stanko Barac. Como eu nunca havia ouvido falar dele, acho que ele repetirá a trajetória de Primoz Brezec, um pivô totalmente desconhecido que só terá chance em um time muito ruim ou mesmo na Europa. Nota: 4,5

Los Angeles Clippers
Ao escolher um dos meus jogadores preferidos no Draft, o ala Al Thornton, os Clippers adquiriram um ala pronto para jogar e que deve contribuir bastante para o time californiano. No sgeundo round, selecionaram o armador Jared Jordan. Nota: 7

Los Angeles Lakers
Um belíssimo draft para a equipe de Kobe Bryant. Javaris Crittenton, Sun Yue e Marc Gasol, irmão de Pau Gasol, formam um trio promissor. Contudo, ainda podemos ver Kobe Bryant usando outras cores quando chegar novembro... Nota: 8

Memphis Grizzlies
A única seleção do time de Pau Gasol foi o armador Mike Conley, tido como o melhor na posição do draft. Com os velhinhos Damon Stoudamire e Chucky Atkins na concorrência, Conley deverá ver muito tempo de jogo logo na temporada 2007-2008. Nota: 8,5

Miami Heat
Tal qual o Memphis, o Heat teve apenas uma seleção: o ala-armador Daequan Cook, ex-companheiro de Conley e Greg Oden em Ohio State. Deve atuar principalmente como reserva de superastro Dwayne Wade e ser o substituto de Eddie Jones. Nota: 7,5

Leave a Reply

Gostou da postagem? Então comente!

 

Siga nosso blog

Arquivos