5 de dez de 2011

Jogadores já estão livres para receber ofertas na NBA

0 comentários
A NBA notificou neste sábado às equipes que seus diretores e treinadores podem começar a falar com os jogadores a partir da próxima segunda-feira de manhã. Embora a notificação não tenha sido divulgada de maneira oficial, fontes ligadas à liga confirmaram que a autorização foi dada, o que significa que jogadores e agentes livres começarão a receber as ofertas das respectivas equipes.


A decisão também é mais um passo para aprontar tudo para no dia 9 de dezembro começar os treinos e a assinatura dos novos contratos dos agentes livres.

As mesmas fontes informaram que a liga também mantém as mesmas restrições já estabelecidas na quarta-feira passada, enquanto que as partes não poderão chegar a acordos verbais nem escritos com os agentes livres, já que "tecnicamente" o lockout ainda está em vigor até que seja assinado o novo convênio coletivo.

Este tipo de restrição envolve que os técnicos das respectivas equipes da NBA não supervisionem os trabalhos dos jogadores nas instalações esportivas, mas poderiam começar os exames físicos para os agentes livres.

Enquanto, o comissário da NBA, David Stern, e o diretor-executivo do sindicato de jogadores, Billy Hunter, trabalharam até este sábado na negociação dos diferentes pontos do convênio coletivo que ainda não tinham sido fechados e esperam continuar na segunda-feira.

O objetivo dos trabalhos de Stern e Hunter é ter pronto todo o texto do acordo provisório para poder apresentar na quarta-feira para os respectivos comitês executivos dos donos e do sindicato.

Os jogadores e os proprietários programaram uma votação eletrônica para a próxima quinta-feira para que na sexta-feira o acordo possa estar aprovado e assinado, o que permitirá fazer contratos com os agentes livres e começar os treinos.

No entanto, existe a certeza de que na sexta-feira não vai ser registrado nenhum contrato importante dos agentes com mais valor dentro do mercado, como os pivôs Nenê Hilário e Tyson Chandler ou o ala David West, já que seus representantes desconhecem os termos concretos nos quais poderão negociar de acordo com o novo convênio coletivo.

Os agentes livres consideram que vão precisar de um tempo antes de conhecer como ficam os direitos de seus clientes na nova regulamentação laboral que vai ser aprovada e que representa uma perda considerável de dinheiro por parte dos jogadores.
Além disso, ainda se desconhece em que termos ficaram outros assuntos não econômicos que devem ser incluídos no novo acordo como a política antidoping, a disciplina dentro das equipes e as regras que é preciso seguir nos lugares de trabalho.

No entanto, o sindicato espera que não haja problemas e Hunter acredita que o acordo provisório que se alcançou no dia 26 de novembro seja acertado, para ser apresentado à assembleia geral que o sindicato vai realizar na quarta-feira em Nova York.
A reunião é obrigatória para cada jogador que seja o representante dos outros companheiros em cada equipe, mas poderão participar todos os profissionais que o quiserem.
Se houver uma aprovação por parte dos jogadores e do comitê executivo dos donos, então na sexta-feira de manhã, os campos de treino estarão abertos para que se inicie de maneira oficial toda a atividade dentro da NBA.

A primeira rodada da competição está programada para o Dia do Natal com cinco partidas, com duelos entre Dallas Mavericks e Miami Heat, e entre Los Angeles Lakers e Chicago Bulls.

Fonte: Lancenet

Leave a Reply

Gostou da postagem? Então comente!

 

Siga nosso blog

Arquivos