11 de jun de 2011

Dallas Mavericks quer vitória já no jogo 6 para ser campeão da NBA

0 comentários

O Dallas Mavericks venceu o Miami Heat por 112 a 103, na noite da última quinta-feira, e virou a série final da NBA para 3 a 2. Agora, o confronto volta para a Flórida e o time texano precisa de apenas um triunfo nas próximas duas partidas para ficar com o título. Mas os jogadores querem a vitória já neste domingo, no jogo 6.

"Não queríamos voltar para Miami e dar basicamente duas chances para eles fecharem a série, então continuamos nos esforçando. Definitivamente foi uma grande vitória. Agora temos que ir para lá e jogar no domingo como se fosse o jogo 7", declarou o alemão Dirk Nowitzki.

Recuperado de uma febre, que prejudicou seu desempenho na última terça, o ala-pivô do Mavericks foi novamente o destaque da equipe, e cestinha da partida, com 29 pontos. O time texano ainda contou com grandes atuações de José Juan Barea, que furou a defesa do adversário com suas penetrações e anotou 17 pontos, e Jason Terry, que chamou a responsabilidade no quarto período, no qual marcou oito pontos e deu duas assistências. No total, foram 21 pontos e seis assistências para o ala-armador.

O Dallas voltou a mostrar a qualidade nos arremessos, principalmente nas bolas de três, que fez com que a equipe varresse o Los Angeles Lakers e passasse pelo Oklahoma City Thunder, nos playoffs. Nos arremessos de quadra, o time teve 56,5% de aproveitamento, sendo que nas bolas de três foram 68,4%, com 13 arremessos convertidos em 19 tentados.

Para equilibrar o jogo, o Miami Heat não deixou por menos e teve bom aproveitamento nos arremessos, com 52,9%. Mario Chalmers, com 15 pontos, e Udonis Haslem, com 10, apareceram para contribuir com os três astros da equipe, mas não foi o suficiente.

Chris Bosh manteve a regularidade, com 19 pontos e 10 rebotes, mas LeBron James, se não decepcionou, também não mostrou seu melhor basquete. Apesar de ter conseguido um "triple-double", com 17 pontos, 10 rebotes e 10 assistências, voltou a ser pouco decisivo no último quarto, no qual marcou apenas dois pontos.

A maior preocupação do Heat, no entanto, fica por conta de Dwyane Wade. O jogador, que vinha sendo o destaque da equipe na série, sofreu uma contusão no quadril no final do primeiro quarto, ficou boa parte do segundo e do terceiro períodos no vestiário, mas retornou ao jogo. O ala-armador disse que a lesão "não é desculpa" para a derrota e ainda prometeu: "Estarei bem no domingo, para o jogo 6".

Leave a Reply

Gostou da postagem? Então comente!

 

Siga nosso blog

Arquivos